Tarte de pêras e frutos secos em Vinho de Porto - Bimboca

Tarte de pêras e frutos secos em Vinho de Porto

Já não existe duvida, já se devem ter dado conta que sou mais dada a fotografar doces do que salgados. É pela facilidade que nos permite dispor do tempo para a fotografia. Num prato salgado, de refeição, o tempo que se necessita para se tirar a foto, temos alguém atrás da gente a perguntar se ainda vai demorar muito :-D.  Mas não julguem que apenas cozinho doces 😀 até porque  me da mais prazer cozinha-los do que a come-los. Mas alguns….

A receita hoje é da autoria da madrinha. Gosto muito de tartes, então se for tartes de maçã chamem-me, nessas não fico apenas em prova-los. Havia no frigorífico num frasco um resto de frutos secos marinados em vinho do porto que sobrou do Bolo Rei que fiz à dias. Estavam a espera da próxima fornada de bolo rei, mas a madrinha encontrou uma solução mais rápida. Massa folhada, pêras a estragarem-se e com frutos secos são os ingredientes essenciais para uma tarte divinal e económica.

Inseria nas receitas poupança, até 5 euros.

O que se quer mais para uma tarde de domingo frio diante da lareira?

Ingredientes:

1 massa Folhada
8 Pêras (depende do tamanho)
3 Ovos
250gr de Natas
3 colheres de sopa de Açúcar

Frutos Secos usei os do Bolo Rei

Vinho dePorto q.b. *

Preparação:

Coloque os frutos secos numa tigela e cobre com vinho de porto. De preferência no mínimo 1 hora antes para que tome bem o sabor do vinho.

Forre uma tarteira redonda com a massa folhada incluindo o papel vegetal que vem com a massa.  Descasque as pêras e disponha sobre a massa folhada ás fatias e deite sobre as pêras os frutos secos. Reserve.

Na bimby coloque os ovos, as natas e o açúcar e programe 1 minuto na velocidade 3. Verifique se ficou tudo bem batido. Deite o preparado sobre as peras e leve ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 40 minutos, ou ate que esteja dourada.

De forma tradicional, proceda o inicio da receita da mesma forma, excepto, bata os ovos, as natas e o açúcar com uma batedeira ou um fouet até ficar tudo bem batido e finalize a receita.

Outras receitas que faço com muita frequência é esta tarte de maça.

Nota: *O restante vinho do porte, guarde-o para marinar os frutos secos para um bolo rei ou outra tarte.

3 Comentários

  1. Mónica diz:

    Eu por acaso não sou apreciadora de pêras, mas esta tarte tem a vantagem de se puder substituir pelas minhas e tuas ricas maças 🙂
    Ficou linda.

    Beijinho

  2. anasbageri diz:

    Olá,
    Agradeço o convite e já cá vim espreitar as receitas e lindas fotografias. Fotografar tb aqui se torna uma dificuldade durante o Inverno, especialmente pelas reduzidas horas de Sol, mas tb pq a maioria dos dias chove e não há luz suficiente.

  3. Gisela diz:

    Que delicia de tarte!!
    Um beijinho e bom domingo