Verrines de Abacate com Carangueijo e Camarão - Bimboca

Verrines de Abacate com Carangueijo e Camarão

Verrines, pequenos encantos que surpreendem qualquer convidado. Estes pequenos copos, aqui em Franca designados de Verrines são usados para servir, em pequenos quantidades, entradas, refeições frias e sobremesas. Em épocas festivas são muito utilizados. Embora pareçam pequenino, acredite que se fica satisfeito. Apresente umas quantas variedades e verá que ninguém pergunta pelo prato de refeição e ficara surpreendidos ao ver que não sobrara nada.

Esta receita teve as mãos da madrinha na sua confecção, as fotos foram tiradas por mim. Tenho que admitir que ela tem mãos para a cozinha e já apreendi umas quantas coisas.

Existem pessoas que entram nas nossas vida e que se tornam muito especiais, tão especiais que se torna difícil imaginar-mo-nos sem a sua presença em dias futuros. A madrinha é uma dessas pessoas. Uma pessoa de coração gigante de braços abertos, sem olhar para trás e pensar duas vezes ajuda o próximo. Rodeada por uma família fantástica, amigos imagináveis e  inseparáveis. Merece isto e muito mais. Sera difícil um dia poder agradecer tudo o que tem feito. Se madrinha é ser uma segunda mãe, então tenho orgulho em ter uma mãe fantástica como a Madrinha. Muito Obrigada.

Ahh e mais uma pequena coisa, penso que faríamos uma bela dupla, você na confecção e eu na elaboração das fotos 😀 Quem sabe!

A receita é muito simples e por conseguinte muito em conta, embora possa não parecer. Rendem bastante o que torna o uso das Verrines numa boa opção para se poupar.

Não podia deixa-los passar ao lado, pois merecem estar nas Receitas poupança, ate 5 euros, mas não chega a tanto. Para a proxima farei a contagem dos preços dos ingredientes.

Ingredientes: (para 8 verrines, 4 pessoas)

1/2 embalagem de queijo creme alho e salsa
1/2 metade de um Abacate
1 lata de caranguejo em conserva (170g)
Miolo de Camarão pre-cozido para a decoração
Sal e orgãos q.b.
Vinagre balsâmico
Gotas de Limão
Vinho de Porto

Preparação:

Descasque metade do Abacate e corte em cubos. Regue com umas cotas de limão para que não oxide e acrescente umas gostas de vinagre balsâmico e reserve.

Sobre o camarão deite também umas gotas de limão e algumas de vinho de porto. Misture e Reserve

Misture o queijo creme com a conserva de caranguejo ate ficar homogêneo. Verifique se não fica demasiado grosso, se for o caso acrescente mais algum queijo creme ate ficar com um creme. Tempere com sal e orgãos.

Deite no fundo de cada Verrine uma quantidade deste preparado. Por cima coloque os cubos de Abacate reservados e decore com Camarão. Deite no final uma colher de chá do molho que sobrou do camarão, do limão e vinho do porto.

5 Comentários

  1. Cátia diz:

    Que lindo, Bimboca! Verrines… isso não é o chamado Amouse-bouche? Queria tanto encontrar esses “copinhos” porque acho que as entradas, com um pouco de imaginação, são aquele prato que podem, realmente, surpreender os convidados… ainda por cima o primeiro, em que a fome ainda está intacta.

    Minha querida, essas fotos são mesmo lindas, parecem profissionais. Diz-me uma coisa: fizeste isso para receber convidados ou foi só para a família?

    • Bimboca diz:

      Ola Catia. Aqui em Franca chamam-se mesmo de Verrines. Ai em portugal nao me lembro de as ter visto, mas acredito que se ainda nao chegou estara para chegar. Aqui é muito usual. A receita foi mesmo feito p’ara a familia, sao os primeiros a merecerem nao achas? :-D. Quantos as fotos, vai ver que chegara la tambem, Com algum treino. Eu ainda tenho muito que apreender.

      beijinhos

  2. Mónica diz:

    Querida adorei estes verrines, ficas avisada que quando te for visitar quero esta entrada, combinado? 🙂

    Beijinho grande

  3. De Faria diz:

    olà Andreia, un grande bravo pelo teu Blogue,a partir de agora quando não tiver ideias para fazer un bon jantar jà sei onde encontra-las!!!! queria tambem dizer-te que gostei muito da homagen que fizeste a vossa madrinha, estou de acordo contigo que é uma pessoa muito special con un coração do tamanho do mundo,sempre presente quando precisamos, esquece-se dela para pensar nos outros, enfim não a palavras que possan descrevê-la,simplesmente porque não à outra igual…..
    Un grande beijinho, e mais uma vez Bravoooooooooooo